quarta-feira, 10 de julho de 2024

Purge de Crossdresser, como evitar?

Traduzido de Pretty Sissy Academy

Se você é um homem feminino (crossdresser, femboy, sissy, cdzinha ou até transgênero no armário...), você conhece as lutas de manter sua identidade escondida de um mundo que não te entende. Você compra furtivamente sua lingerie e usa ela apenas em segredo. Tudo na esperança de um dia abraçar completamente seu verdadeiro eu. Mas quando você pensa que está seguro, uma nuvem escura paira sobre o horizonte – o temido expurgo de crossdresser (também conhecido como purge).

A ideia de saber que tem gente desesperada jogando fora suas amadas calcinhas, sutiãs rendados e perucas fofas me dá arrepios na espinha. Mas não tenha medo, pois estou aqui para te guiar pelo mundo traiçoeiro e desnecessário dos expurgos!

Primeiramente, devo esclarecer o que é exatamente um expurgo. Para aqueles que não estão familiarizados com o termo, um expurgo é quando um crossdresser se sente sobrecarregado pela culpa ou vergonha e decide se livrar de todos os seus itens femininos e tenta se conformar às expectativas sociais de normas de gênero.

Então, como podemos evitar essa experiência traumática?

Em primeiro lugar, é importante buscar ter segurança. Na maioria dos casos, os expurgos decorrem do medo de ser descoberto. Todos nós conhecemos o clássico esconderijo sob o colchão, mas podemos ser mais criativos. Se você dominar a sua segurança operacional, dirá adeus à preocupação constante de ser encontrado. Você conhece a sensação de dirigir para casa o mais rápido possível por causa dos pensamentos intrusivos de sua esposa vasculhando suas coisas femininas? Isso é evitável.

Não vá rápido demais. Aborde as coisas com cuidado. Dê pequenos passos e reserve um tempo para avaliar seus sentimentos após cada passo. Se você se forçar a fazer algo para o qual ainda não está pronto, isso pode resultar em um expurgo.

Tenha um sistema de apoio sólido. Se você não consegue ser aberto na vida real, encontre uma comunidade onde ser um homem feminino seja apreciado e encorajado. Você precisa de pessoas que te ouçam e te entendam.

Identifique e evite gatilhos. Analise seus expurgos do passado. Preste atenção às situações ou atividades que os desencadeiam. Podem ser certos sites, contas de rede social ou até mesmo algumas pessoas. Identifique esses gatilhos e evite-os o máximo possível.

Pense no lado positivo de ser um homem feminino. Em que você está trabalhando? É essencial ter objetivos claros e manter o foco neles. Lembre-se do motivo pelo qual você quer evitar expurgos e do impacto positivo que isso terá em sua vida a longo prazo.

Seja paciente e gentil consigo mesmo durante a jornada. Lembre-se de que contratempos podem acontecer, e isso é normal. Busque encorajamento! Ao fazer minha pesquisa para elaborar este artigo, me deparei com uma postagem no Reddit contando a outros como ele chegou a um acordo com o fato de ser assim.

“Tenho 50 anos. Sou trabalhador e tenho uma carreira de sucesso. Sou bem-sucedido financeiramente e sou um marido e um pai dedicado. Retribuo à minha comunidade e sou ativo na minha igreja. Eu me esforço para ser atencioso, gentil e atencioso. Não bebo nem abuso de drogas. Sou honesto e confiável. Esse meu lado feminino é uma parte da minha personalidade que me causa vergonha e ansiedade há anos. Existem razões médicas e biológicas para isso. Isso não me torna uma pessoa horrível, significa que sou diferente. Não me sentirei mais mal comigo mesmo.”

Acredito que essa é uma ótima abordagem. O ato de expurgar é essencialmente rejeitar uma parte de si mesmo, e isso pode ter efeitos devastadores em sua autoestima e bem-estar mental. Outra coisa a ter em mente: queremos realmente prejudicar o meio ambiente comprando essas roupas femininas para em seguida jogar elas lixo?

Não caia nessa armadilha. Busque aceitar que isso faz parte de você!

1 Comentário(s)
Comentário(s)

Um comentário:

Anônimo disse...

Já joguei muitas peças foras por causa disso,aos poucos estão tentando me aceitar,e a procura de um amor uma mulher q me entenda...