quarta-feira, 29 de março de 2017

Identidade de gênero e Orientação sexual - O que é você?

Essa pergunta normalmente me dá arrepios. Em primeiro lugar, sou um ser humano. Segundo, existem tantas coisas que me definem que nem sei por onde começar.

Sei que a Samantha por si só instiga curiosidade pois foge do normal, porém fico incomodada quando surgem suposições errôneas sobre mim, principalmente se tratando das relacionadas com a minha identidade de gênero ou orientação sexual. Muitas vezes, essas suposições partem de pessoas do meio LGBT, que, por sinal, é uma sigla que também gera confusão.

(L)ésbicas, (G)ays, (B)issexuais são denominações relacionadas a orientação sexual enquanto (T)ravestis, Transexuais, Transgêneros estão relacionadas a identidade de gênero. Em outros locais já incorporaram os (Q)ueers que é um termo para designar pessoas que não seguem o padrão da heterossexualidade ou do binarismo de gênero. Deste modo o acrônimo LGBT ou LGBTQ se destina a promover a diversidade das culturas baseadas em identidade sexual e de gênero.

Recentemente conheci um gráfico que ajuda muito a entender essa diversidade:

Identidade de gênero: gosto da crença dos povos nativo-americanos, para eles esse negócio de identidade de gênero é baseado na nossa alma. Ela pode ser masculina, feminina ou ainda pode ocorrer duas almas simultâneas, por isso o gráfico tem duas flechas, indicando que pode variar a força da parte masculina e da feminina. Isso não tem relação nenhuma com a...

Orientação sexual: algumas pessoas sentem aquela paixonite no coração apenas por mulheres, outra pessoas sentem apenas por homens enquanto outras um pouco de cada ou, até, por ninguém. Sabe-se lá por que, mas funcionamos assim e não tem um meio visual de identificar a orientação sexual de cada pessoa. A propósito, o visual seria a...

Expressão de gênero: gênero é um conceito social que diz respeito aos comportamentos, forma de vestir, forma de apresentação, aspecto físico, gostos e atitudes. Usar saia no Brasil não é coisa de homem, já na Escócia é, logo o que impede um homem de usar saia do Brasil? Hoje muitos transgêneros e crossdressers escondem a sua verdadeira expressão por medo então acabam mantendo uma expressão masculina "de fachada".
Para finalizar, por incrível que pareça isso tudo não tem relação nenhuma com o...

Sexo biológico: Esse é o famoso XX ou XY do DNA que recebemos dos nossos pais e que formam o nosso órgão genital e moldam o nosso corpo. Esses não são os únicos padrões pois existe, por exemplo, a intersexualidade que pode envolver ambiguidade genital, combinações de fatores genéticos/aparência e variações cromossômicas sexuais diferentes de XX para mulher e XY para homem.

Dois detalhes precisam ser considerados. Um deles é que, exceto a expressão de gênero, todos os itens são características pessoais de nascimento, não há escolha!! O outro é que cada item tem uma intensidade dentro do gráfico e varia de pessoa para pessoa. Sendo assim, percebem que as combinações são inúmeras?

Não é a toa que nos perdemos em termos como transgênero, travesti, crossdresser, drag, transexual, bi-gênero, gênero-fluido, transformista, queer, cis, terceiro sexo, andrógino, entre outros (confira o glossário). Recentemente, em Nova York - USA, a Comissão dos Direitos Humanos identificou nada menos que trinta e uma nomenclaturas de gênero para serem usadas em âmbitos profissionais e oficiais e eu já não sei se ainda vale ficar criando caixinhas distintas para tentar encaixar as pessoas.

Eu mesma não tenho certeza se encontrei um termo que me define plenamente, então preenchi o gráfico com a minha situação. Confiram o que deu:

Tenho alma masculina e feminina dentro de mim, por isso marquei identidade de gênero mais ou menos na metade nas duas linhas. Minha expressão de gênero como Samantha é bem feminina, já como Victor eu não encostei no lado masculino por que sempre ando de unhas pintadas (o que na nossa sociedade é algo feminino).

Marquei o sexo biológico como Macho por que sempre tive um corpo masculino bem desenvolvido, apesar de que nunca fiz um teste de DNA para ter certeza que sou XY. Na sexualidade eu quase encostei no heterossexual por que sou casado com uma mulher e, até hoje, só senti paixonite por mulheres, no entanto a minha curiosidade fez puxar o gráfico um pouquinho para a direita. Isso resume um pouco do que sou!

No fim das contas percebi que o importante é saber que cada pessoa é um ser humano único!
Vocês, meninas, sabem dizer o que vocês são?
Espero que esse tipo de informação seja bem difundida pois essa é a melhor arma contra o preconceito =)
3 Comentário(s)
Comentário(s)

3 comentários:

Anônimo disse...

Eu achei que sabia, até ler o seu texto... :D

Agora não tenho mais muita certeza, o que é ótimo!!!

Como sempre, seus textos são ótimos. Continue postando.

Anônimo disse...

Muito legal, adoro seu blog !!!

Douglas Nazareth disse...

Olá. Samantha,

Amo seu blog e estou revisando todas as matérias. Você tem me aberto uma nova visão sobre de quem era eu. Obrigado.
Gostaria de fazer esse teste. Onde você o encontrou?

Continue sempre a dar a luz de que precisamos.

Um abraço.