quarta-feira, 8 de março de 2017

História do salto alto

Será que homem pode usar salto alto?? Claro que pode, para isso só precisa de ter pés e um belo par de saltos, então não vejo motivo para homem não poder usar salto. Inclusive os homens usaram salto durante muitos e muitos anos, até teve épocas em que usar salto alto era coisa exclusiva de cavaleiro. Leia, a seguir, um pouco da história da relação dos homens com os nossos queridos sapatos de salto.


Não se sabe ao certo como ou quando surgiu o salto alto. Estima-se que o primeiro local tenha sido no Egito devido a murais de 3.500 A.C. indicando o uso do salto pelas pessoas da classe mais alta enquanto o povo andava descalço. Aqui sem distinção de gênero.
Saltinho anabela usado no Egito antigo
Kothorni
Já durante a Grécia antiga e Roma antiga os centímetros a mais na altura eram garantidos por plataformas chamadas de kothorni, esses sapatos eram particularmente populares entre os atores, exclusivamente homens, que usavam para diferenciar as classes sociais e importância de cada personagem numa apresentação.

Na Roma antiga, onde o comércio sexual era legal, os saltos eram usados para diferenciar o "produto" e atrair clientes em potencial, neste momento o salto alto começou a ser associados à prostituição.

Pintura persa com o detalhe do salto do cavaleiro.
Lembra aquelas botas de vaqueiro, não?
Outra cultura que aderiu a utilização do salto alto foi a dos Persas. Uma imagem de um cavaleiro em um vaso persa de cerâmica sugere que o salto foi usado desde o século IX, mas o objetivo, nesse caso, era garantir a estabilidade do guerreiro em cima da cela para que ele pudesse segurar o arco e disparar flechas com maior eficiência, então era um acessório obrigatório para os guerreiros da cavalaria.

Sapato de salto persa
Foram os persas que disseminaram a cultura do salto alto pela Europa no século XVI quando o Rei Shah Abbas 1º da Persia, dono da maior cavalaria do mundo, resolveu estabelecer conexões com os grandes líderes europeus da época com o intuito de derrotar seu maior inimigo, o Império Turco Otomano. O contato com os persas fez os europeus descobrirem novos universos, entre eles o da moda! Os sapatos usados pelos súditos de Abbas foram rapidamente adotados pelos aristocratas do Velho Mundo, que, a todo momento, buscavam colecionar objetos que pudessem reforçar seu poder frente aos demais.

 Rei da França e Navarra Luiz XIV e seu salto vermelho exclusivo
Chegamos no período mais famoso dos homens sobre o salto! Sabe-se que o salto foi amplamente utilizado a partir do século 17 na corte do rei Luís XIV (1643-1715), da França, que abusava do luxo, das perucas e dos sapatos de salto. O monarca tinha 1,63 metro de altura, por isso adorava essa ajudinha dos saltos. Entretanto, o salto ficou realmente conhecido no reinado do Luís XV que, não só levou a fama, como também virou nome de um tipo de salto, largo na ponta e na base e afinado no meio.

Um detalhe aqui é que esse acessório chegou na Europa nos pés de homens, virou peça exclusiva de homens e só começou a ser utilizado por mulheres quando a Catarina de Médici, esposa do Henrique II, adotou o acessório para poder competir com a amante preferida do marido, a alta e bela nobre Diane de Poitiers. A futura rainha da França começou calçando saltos de 5cm que lhe davam um físico superior e um gingado único enquanto ela caminhava. Estes saltos se tornaram um sucesso e logo foram associados com riqueza e privilégio.

Outra curiosidade da época é que o Rei Luiz XIV, preocupado com a rápida disseminação do acessório entre os seus súditos, decretou que apenas os membros da sua corte tinham autorização para usar saltos vermelho como os dele. Foi essa ideia que acabou virando referência para Christian Louboutin usar em seus sapatos de sola vermelha!


Desde o século XVII o salto caiu em desuso entre os homens e esse post sobre a História da distinção entre gêneros na moda detalha o que aconteceu. Atualmente eu vejo poucos homens desafiando a heteronormatividade e subindo no salto, e esses poucos costumam estar concentrados no mundo da moda, da música, da dança, enfim, da arte. O vídeo acima é de uma apresentação de dança Stiletto, um estilo super presente nos shows das divas do pop.

Eu já adotei a unha pintada no dia a dia como homem, mas por ser uma pessoa prática e que anda muito a pé eu não consideraria sair de salto no dia a dia. Talvez para um evento, embora iria preferir incluir o resto dos apetrechos e sair logo de Samantha ♥ Como não tenho uma foto minha de homem com salto, finalizo esse post com uma foto de alguns dos meus amores.
Só o segundo é da esposa, nota-se que nós também aprovamos o vermelho no solado ou salto
E vocês, meninas, o que pensam de homens de salto?
Já saíram de salto como homem ou consideraram essa possibilidade?
1 Comentário(s)
Comentário(s)

Um comentário:

Anônimo disse...

Primeiro gostaria de parabeniza-la pelo dá internacional da mulher! Bom... Eu tenho alguns sapatos e sandálias de salto alto, mas por enquanto eu uso só em casa mesmo, ainda não tive coragem para sair de casa assim, mas morro de vontade... É tudo que uma menina quer né...Quem sabe um dia... Beijos!!!