quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Homem de unha pintada

Quando eu era pequeno, lembro que qualquer coisa que um homem fizesse com a sua imagem podia ser usado contra ele como zuação. Um penteado diferente? Iihhh, baitola... Brinquinho na orelha? Putz, virou um viadão... Algum tipo de acessório diferente? Uma bichona... Raspou os pelos? Que gayzisse... Não consigo imaginar um homem com uma unha dessas naquela época:


No entanto, desde que eu ouvi o termo "metrossexualismo" no fim dos anos 90 eu notei que muitos tabus começaram a ser quebrados na nossa cultura machista. Não que tenha acabado, longe disso, mas vários desses detalhes passaram a ser despercebidos ou ignorados. Hoje se vê homens com o cabelo pintado, orelha furada, peito depilado e até unha feita, mas por que não com unha pintada?

Quer dizer, se você me encontrar na rua, mesmo de Homem, é bem provável que eu estarei com as minhas unhas pintadas! A imagem a seguir eu tirei recentemente no trabalho e o branco é bastante chamativo, né?

Uma foto publicada por Samantha Oliver (@samyoliverbr) em

Meu questionamento a respeito das unhas pintadas começou logo depois da minha primeira baladinha. Fiz a unha para a balada e no dia seguinte eu e a esposa sairíamos cedo de casa para ir para Morretes-PR descansar um pouco. O plano inicial era tirar o esmalte da unha para viajar pois não rolaria de sair de homem com a unha pintada de vermelhão Melancia para chegar na cidade e ainda parar para comer e andar.

No entanto, antes de viajar eu pensei: "Peraí, pintei a unha ontem, vou tirar o esmalte agora para pintar novamente depois de chegar na pousada? Quer saber, vou assim mesmo!" e fui. Viajamos de carro, chegamos na cidade, entramos num restaurante, fomos muito bem atendidos, conversamos com outras pessoas, também sem problemas nenhum, tudo seguiu normalmente como se eu não estivesse com a unha pintada. Tudo bem que eu não estava na minha cidade e era um turista, mas foi meu primeiro passo.

Na mesma semana nós fomos para São Paulo para participar do Meeting On High Heels. O "medo" voltou e eu optei por tirar o esmalte em Curitiba antes de ir para o aeroporto. Pintei elas na tarde do evento, no sábado, fomos para a festa, super aproveitamos, tive algumas conversas que me abriram a cabeça e, no dia seguinte, nós aproveitamos para passear na Av Paulista a pé. Voltou o meu questionamento e eu resolvi sair com as unhas pintadas!

Lá estava eu de homem com as unhas pintadas no meio da Paulista junto com milhares de pessoas aproveitando o domingo com sol, e quer saber? Novamente, tudo seguiu como se eu estivesse sem a unha pintada. Ninguém falou nada, nem olhou feio. Sem tirar o esmalte nós fomos para o aeroporto de Uber, pegamos o avião, pegamos outro Uber em Curitiba e voltamos para casa. Minha ficha caiu, decidi pintá-las quando eu quisesse e tirá-las quando eu quisesse.

Dia seguinte foi o meu teste final. Fui para o trabalho com elas pintadas! Eu vou a pé para o trabalho e no meio do caminho da ida um mal educado gritou "Bichona!" pra mim. Nem olhei pra cara do infeliz e segui a vida. Esse foi o único momento negativo que eu passei com as unhas pintadas, e olha que já faz quase 3 meses que estou mantendo elas pintadas direto. No trabalho está sendo meio indiferente. Na verdade eu só ouvi elogios de algumas mulheres e já reparei em um homem ou outro olhando feio mas sem comentar nada.

Primeira semana de trabalho com a unha pintada
Tem outros detalhes que eu notei que também são interessantes, por exemplo, quando vou comprar roupas fica mais fácil a vendedora perceber que é pra mim e evita aquela pergunta chata "É pra presente?!". Manter elas compridas me obriga a ser mais delicada com as coisas, isso auxilia na linguagem corporal feminina. Agora qualquer montagem ganha um up instantâneo com essas unhas pintadas. E por fim, mas não menos importante, é tão gostoso poder admirar as próprias mãos a qualquer hora do dia!

O que acharam, meninas? Eu só tenho me surpreendido positivamente e posso dizer que está sendo ótimo tê-las pintadas sempre!!

E pensar que antigamente eu me lamentava por "ter que tirar" o esmalte:

Agora eu só quero saber é de compartilhar as diversas cores que tenho testado nas mãos:
Uma foto publicada por Samantha Oliver (@samyoliverbr) em
4 Comentário(s)
Comentário(s)

4 comentários:

Douglas Nazareth disse...

Tenho pensado muito em expor as minhas da mesma maneira. Mas como você trabalho em um ambiente majoritariamente masculino / machista. Aliás, quanto a machismo, o problema começaria em casa.
Mas é sem volta, já me decidi! Comecei a cultivá-las e vou começar com um incolor básico.

Anônimo disse...

Douglas, tenho um menino de 6 anos que ama pintar as unhas. Tem uns machistas que falam besteiras e tem pessoas que apoiam demais, afinal, o ato de pintar as unhas surgiu como algo sendo para ambos. Pq nao resgatar, nao é mesmo? Eu tento mostrar para o meu filho como aprender a respeitar a vontade do outro e tudo o que ele quiser fazer em relação ao corpo dele, ele pode, afinal é o corpo dele!

Anônimo disse...

Sou homem,amo pintar as unhas dos pés com esmalte;vermelho,rosa.enfim,todas as cores.Mas escomndido da própria família,por causa dessa bosta de preconceito.Na minha opinião,devemos ter preconceito apenas desses nossos políticos que estão assaltando o Brasi com esses desvios trilionários do nosso dinheiro.LAMENTO MUITO NÃO PODER FAZER O QUE MAIS AMO NA VIDA.QUE MEEEERRRRDAAAA!

Anônimo disse...

Nossa,adorei esse blog!É a única maneira de expressar á todos o que queremos,desejamos e desabafar o que sentimos sobre este assunto que infelizmente ainda é um tabú.Neste momento que faço este comentário estou com as unhas dos pés pintadas de vermelho ferrary cintilante.Está lindo,parece espelhos sob a lúz.Sou apaixonado por esmaltes e adoraria andar nas ruas com as unhas(mãos e pés)pintadas de vermelho,rosa,pink,vinho........Mas no meu caso moro com meus pais e ainda não tenho a minha independência,e pais sabem como é.Mas um dia,se Deus quiser,pretendo fazer o que amo.Quanto a preconceitos,não tô nem aí;O PRECONCEITO É PAI DA IGNORÂNCIA,COVARDIA,BURRICE,ENFIM,PESSOAS PRECONCÊITUOSAS SÃO PÓBRÍSSIMAS DE ESPÍRITO!!