quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Acessórios, como usar!

Normalmente começamos com uma peça de roupa íntima, logo testamos um look completo, depois vem os sapatos, dai escolhemos uma bela peruca, então aprendemos a fazer maquiagem, mas, muitas vezes, esquecemos de um detalhe muito importante que dá um toque super feminino, os acessórios!

Eu mesma comecei a usá-los de verdade a pouco tempo. Antes eu tinha um brinco ou outro e pegava o resto emprestado da esposa, agora eu estou escolhendo os meus no meu estilo e notando a diferença que eles fazem no visual!

A maneira mais rápida e eficaz de obter uma aparência elegante ou até de conferir uma nova vida a um conjunto de roupa mais sóbrio é através do uso de acessórios. No entanto, é necessário tomar alguns cuidados para não acabar com um visual desorganizado. Confira algumas dicas a seguir.


Dicas gerais
Encontre o seu estilo: já repararam na quantidade de acessórios diferentes que podemos encontrar naquelas lojinhas de bijoux? Tem acessórios para todos os gostos, estilos e tamanhos, então eu não posso me limitar a apresentar algumas combinações. Sugiro que vocês reparem mais, percebam o que agrada vocês e aos poucos encontrem o estilo de vocês.

Entre na loja e prove: se você já entra em loja para provar roupa, provar bijuteria é balela. Depois de se perder na lojinha de bijoux e filtrar as peças que você gostou, encontre um espelho e coloque a peça em você para ver como fica na sua pele. Dá até para fazer combinações e ver o resultado! Observação: nunca reclamaram de eu fazer isso nas lojas como homem!

Na hora da montagem: o mais indicado é deixar os acessórios por último. Fica mais fácil testar o maior número de combinações e ver o resultado se você já estiver montada, então se vista, vá pra frente do espelho e teste os acessórios tanto em conjunto quanto sozinhos.

Dica importante: menos, as vezes, é mais! Se entupir de acessórios também é válido, mas é mais difícil acertar nas combinações das peças. Pelo menos enquanto estiver aprendendo, use poucas peças! Gosto de sair só com par de brincos, um colar, uma pulseira e 2 anéis, por exemplo.



Brincos
São os acessórios ideais para conferir maior destaque ao seu rosto e pescoço. Se o rosto tem formato redondo, então uns brincos compridos vão torna-lo mais esguio e elegante. No entanto, no caso de possuir um pescoço curto, então o mais indicado são os brincos de menores dimensões e mais discretos.

Mesmo as pessoas que não têm furos nas orelhas podem usufruir da beleza dessas peças, já que também há lindas opções com fechos de pressão, que são apenas encaixadas nos lóbulos.

     Tipos de brincos:
Pequenos ou minis: costumam ser peças mais delicadas que ficam rente à orelha. São compostos apenas por um ponto-de-luz ou por formatos mais simples, como bolinhas e corações. Por não chamarem muita atenção, esses são os mais indicados para ambientes profissionais e também são ideais para fazer composição com vários furos nas orelhas;
Médios: ótima alternativa para quem busca um visual mais discreto. Com pedras delicadas ou formatos mais clássicos, é possível conseguir produções bastantes femininas e elegantes. Por não chamarem tanta atenção como os brincos grandes ou maxi, é possível combinar os médios com colares um pouco mais encorpados, desde que os estilos de ambos os acessórios sejam próximos e não conflitantes;
Grandes: auxiliam na composição de um visual mais poderoso e marcante, mas podem não ser muito adequados para todo tipo de ocasião. Muito cuidado na hora de combinar peças muito grande (maxi)!

Anéis
Você pode não perceber, mas provavelmente usa as mãos para se comunicar. Seja para mostrar um tamanho ou dar volume à um objeto, as mãos acabam chamando a atenção para elas e uma mão feminina e delicada ajuda muuuito no visual final.

Uma dica para ter essa mão delicada é manter as unhas bem feitas (e pintada de preferência!) e a choronha sem pelos. Aí é só se acertar com o seu estilo de anel que o conjunto tem tudo para ficar uma maravilha. Confira a seguir os tipos de anéis.


Pequenos: Mais delicados e geralmente com menos detalhes, eles são mais fáceis de serem combinados tanto entre si quanto com outras peças. Vale lembrar que apenas um anel em cada mão também é chique, então não esqueça do seu estilo;
Grandes: usar apenas um anel grande pode ajudar a completar o look com exuberância e chamar atenção para a mão. Para quem gosta de misturar vários é melhor escolher apenas uma peça de destaque na mão e combinar com outros menores;
Com pedra: esse estilo de acessório é mais fino e elegante, mas esse efeito depende da qualidade do material. Aqueles que imitam pedra costumam ser mais descontraídos e mais leves, logo são mais recomendados para o dia a dia.

Colares
Para dar destaque a um decote (mesmo quem é reta como eu), arrematar um look ou dar um pouco de cor a uma produção mais sóbria, os colares podem ser ótimos aliados! Entretanto, o modelo precisa estar em harmonia tanto com os outros acessórios utilizados em um look quanto com a gola da camiseta ou blusa escolhida para a composição.

Se tem o peito grande pode disfarçá-lo com um colar comprido de pérolas até por volta da zona do umbigo. Para quem tem peito pequeno, o uso de colares de maiores dimensões, mais achatados ou bastante elaborados é uma opção bastante viável. Opte por brincos mais pequenos se o colar for grande e brincos maiores se acontecer exatamente o oposto. Desta forma não vão estar ambos a competir pela atenção, dando-se apenas destaque a uma das peças.

      Tipos de colares:
Gargantilhas ou aros: colares mais rentes ao pescoço ou que cobrem a parte descoberta do colo podem ser uma boa composição com blusas de gola quadrada. Gargantilhas e aros, por serem mais encorpados e curtos, são ideais para produções em que a região dos ombros e pescoço é o destaque;
Curtos: é o estilo menos arriscado para a maioria das produções já que pode ser usado com muitos tipos de golas e compor tanto com brincos, anéis e pulseiras igualmente pequenos e delicados ou maiores e mais poderosos
Médios: um pouco mais longos que os delicados, os de tamanho médio podem ter correntes um pouco mais grossas e pingentes menos discretos e numa variedade maior de figuras e formatos. São perfeitos para blusas e camisetas de gola mais arredondada, como a canoa. Também é uma ótima opção para criar um mix de colares com modelos mais curtos e delicados.
Longos: terminando na altura do busto ou um pouco abaixo dele, os colares longos podem ajudar a dar um toque de descontração aos looks, especialmente aos compostos por blusas de ombro a ombro. Esse tipo de acessório também pode conferir elegância e dar um pouco de cor e brilho às produções mais sérias ou fechadas.
Maxi: feitos com com várias correntes, pingentes e pedras, os maxicolares costumam ser mais brilhosos e podem aparecer em versões super coloridas também. Por ser chamativo, esse estilo do acessório não é muito recomendado para situações muito formais, mas é ótimo para deixar um visual sóbrio mais poderoso.

Pulseiras
As pulseiras são usadas como acessório desde a antiguidade. Elas podem ser usadas em conjuntos que misturam alguns estilos diferentes ou até cores e materiais, desde que estejam em sintonia. Na hora de usar essa peça precisa cuidar para não usá-las por cima da manga e dar preferência para deixá-las alinhadas ao pulso. Confira a seguir os tipos de pulseiras.

Pequenas e delicadas: são adequadas para todo tipo de ocasião. Ficam lindas tanto quando usadas solitárias quanto em mixes mais divertidos. Esse também é o estilo do acessório que melhor combina com roupas de frio e que pode ser mais confortável quando é necessário mexer muito as mãos.
Berloques ou pingentes: são ótimas opções para looks mais divertidos e despojados. Se os pingentes ou berloques forem menos chamativos e mais sóbrios, esse estilo de acessório também pode ser usado em ocasiões formais. Alias, cuidado com peças barulhentas quando você precisar usar muito as mãos.
Braceletes ou estruturadas: maiores e mais chamativas, esse estilo pode aparecer em diversas versões, das mais descontraídas às mais finas. O material e sua qualidade é que determinam para que tipo de ocasião e look cada modelo é mais indicado, por exemplo, peças grossas e grandes ficam bonitas no verão, com vestidos, bermudas e visual leve.

Lenços, relógios, tornozeleiras, óculos, chapéu...

Brincos, anéis, colares e pulseiras são apenas a ponta do iceberg. A quantidade e a variedade de acessórios femininos é absurda e isso é perfeito para poder encontrar o seu estilo. Não gosta de pulseira, que tal um relógio charmoso? Se ainda está aprendendo a fazer maquiagem, por que não usar um óculos escuro e um batom vermelho? O cabelo natural ainda está crescendo, que tal um chapéu bem feminino na cabeça?

Não deixe de provar as peças e encontre o seu próprio estilo ♥


Uma foto publicada por Samantha Oliver (@samyoliverbr) em
0 Comentário(s)
Comentário(s)

Nenhum comentário: