quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Gaiola peniana de castidade, como funciona?

Tempos atrás eu vi um post no Facebook de uma amiga relatando sobre a experiência de uso da gaiola peniana no dia a dia e fiquei curiosa. Até comentei sobre ela no post Pênis e autocontrole: pela racionalidade, mas eu nunca havia testado, então recentemente eu comprei uma e quero compartilhar com vocês informações sobre o acessório e tirar dúvidas sobre o uso.

O que é e como funciona?
Antes de responder vamos ver como funciona uma ereção:
O pênis é como um tubo oco de tecido que, quando estimulado, recebe um aumento no fluxo sanguíneo que acaba preenchendo os corpos cavernosos do órgão com sangue e permite a ereção. A gaiola peniana ou cinto de castidade masculino é um dispositivo projetado para constringir o pênis no estado flácido e não permitir o preenchimento com sangue, bloqueando então a ereção. Normalmente ele se mantém fixado por um anel peniano.

Quais modelos existem?
Comecei a pesquisar por acaso e fiquei abismada com a variedade. Eu comprei o CB-6000 de acrílico e também encontrei modelos em metal e silicone. Alguns, como esse meu, vem com diversos tamanhos de anel e ajustes. O funcionamento deles é similar e a gama de modelos que encontrei no mercado deve atender a todos os tamanhos de pênis e necessidades. Alguns também contam com sonda para ser inserida na uretra (o 3º da foto é um exemplo e me dói só de pensar em colocar).

Onde compra?
Você deve encontrar esse acessório em sexshops ou na internet mesmo. O meu eu comprei no MercadoLivre e paguei cerca de R$80 com o frete, já modelos de metal costumam ser mais caros.

Como coloca?
O processo é quase o mesmo para todos os modelos e para começar o pênis tem que estar completamente flácido. Primeiro coloca-se o anel peniano passando todo o saco escrotal e o pênis pelo aro, em seguida introduz o pênis na gaiola (de preferência lubrificado), então encaixa o conjunto no anel e trava tudo com um cadeado. O GIF a seguir demonstra bem.
Tenha bastante cuidado pois você pode facilmente pinçar a pele e isso arde muito!!

O uso incomoda ou é dolorido?
Se você estiver usando um modelo com dimensões adequadas para o seu pênis o uso não deve incomodar. É estranho no começo por conta do peso e do volume do acessório, mas uma vez que se acostuma fica tranquilo. Se ficar dolorido quando fecha é sinal de que tem algo errado.

Quanto às ereções aí é mais complicado. Se você receber estímulo e o pênis tentar crescer aí gera um incômodo. Li um relato de uso comentando que o pênis conseguiu crescer até chegar na fenda e dor deve ter sido forte. Vale lembrar que se o que se busca é a castidade então a dor ajuda a se condicionar e se controlar.

É possível ir no banheiro?
Sim! Por não ter muito controle de onde vai o jato eu senti mais facilidade em fazer sentada e é importante secar o máximo a área com papel higiênico após urinar.

Por quanto tempo pode utilizar?
Minha experiência não passou de um dia, mas encontrei relatos de casais e de dominadores/submissos em que a pessoa passou semanas ou meses com a gaiola, tirando diariamente para se limpar e, eventualmente, para fazer sexo.

Ele substitui o tucking?
Parcialmente. O acessório tem um certo volume e é difícil esconder completamente como no tucking, então eu não recomendaria para usar com uma legging, por exemplo, mas se for usar com algo mais soltinho como uma saia rodada então é tranquilo.

Por que as pessoas usam?
Cada um com seus motivos, né? Segue alguns exemplos:
- Provocação sexual e negação: quando se sabe que não há nada que se possa fazer a tensão sexual aumenta e você é forçado a saborear cada momento em vez de correr para o orgasmo;
- Aumento do desejo e da intensidade: após períodos de castidade a libido e a intensidade do orgasmo tendem a mudar consideravelmente;
- Mudança de comportamento: já sentiu que perdeu muito tempo com masturbação? Ter controle do seu apetite sexual pode ser um desafio, nesse caso a gaiola é um grande aliado;
- Treinamento de disciplina: na dinâmica BDSM a castidade faz parte dos treinamentos de disciplina;
- Lembrete de propriedade: para alguns casais ceder a chave da gaiola é uma ação de confiança mais importante do que qualquer aliança.
0 Comentário(s)
Comentário(s)

Nenhum comentário: