sexta-feira, 8 de abril de 2016

Gabriel(a) (06) - Trono de cetim

Primeiro capítulo
<< Capítulo anterior
>> Próximo capítulo


Gabriela ouviu o que o Enzo disse e ficou perplexa.

Gabriela: Fala sério?

Enzo: Por que não falaria?

Gabriela: Por que já não veio com ele então?

Enzo: É, me pegou... Mas garanto que eles estão lá!

Gabriela: Então pega lá e venha aproveitar esse drink, está uma delícia e é de graça!

Enzo: Você fala como se fosse simples... e o Matheus? Você viu mais alguém da Atyra?

Gabriela: Até entendo a sua preocupação, mas estamos no lugar certo para esquecer disso!

Enzo: Como assim?

Gabriela levantou a cabeça, deu uma boa olhada em sua volta, voltou seus olhos para o Enzo, levantou uma sobrancelha e apontou para um canto.

Gabriela: Olha ali, você acha que ele esta se importando?

Enzo olha para o local onde a Gabriela estava apontando e viu Matheus de quatro no chão beijando os pés de uma dominatrix.

Enzo: Humm... Você esta certa, vou buscar!

Gabriela: Vai lá, avistei uma poltrona vazia, vou te esperar sentada ali!

Enquanto Enzo foi atrás do seu salto, Gabriela se dirigiu até a poltrona. Enquanto andava ela percebeu que a casa estava cheia de gente mas por algum motivo aquela bela poltrona se encontrava vazia!

Ao se aproximar mais conseguiu perceber que se tratava de uma bela poltrona em formato de salto agulha com detalhes em vinil e almofada de cetim vermelho, embaixo dela nota-se um tapete redondo com estampa de onça.

Gabriela, que não conhecia a Wild Fear, pisou no tapete e se sentou. Segundos depois um foco de luz acende sobre ela enquanto um atendente se aproxima:

Atendente: Você é perfeita para esse lugar!

Gabriela: O que? Como assim?

Atendente: Como assim? Você esta sentada no Trono da casa, nele as Dominatrix abrem espaço para os admiradores se ajoelharem aos seus pés. Não lembro de ter visto você por aqui, mas vejo que o pessoal se animou contigo sentada aí!

O foco de luz atrapalhou a visão da Gabriela que não pode perceber os súditos se aproximando do seu Trono.

Gabriela: Calma aí, não sou dominatrix! - se levanta.

O atendente, que estava vestido com uma roupa de empregada de látex e ostentava um par de chifres como os de um cervo, chega bem perto da Gabriela e diz:

Atendente: Vejo no fundo dos seus olhos que você deseja muito isso. - encosta no ombro dela e empurra de leve para ela se sentar.

Gabriela já sentada fecha os olhos e suspira. Ela não sabe bem o que pensar pois ficou praticamente sozinha num lugar que não conhece e acabou cercada de gente estranha! Ao abrir os olhos novamente ela percebe dois súditos ajoelhados na sua frente e um deles fala:

Súdito 1: Minha Rainha, peço permissão para beijar esse belo sapato.

Gabriela: Tem certeza? Você notou o tamanho do meu pé?

Súdito 1: Seria um grande prazer.

Gabriela: Ok, vai nessa.

Gabriela cruzou a perna e deixou numa altura que considerasse confortável para ele.

Súdito 1: Você é muito bondosa, minha Rainha.

Atendente: Quer melhorar a experiência? Não seja tão boazinha. Pise nele, faça ele lamber o solado ou chupar o seu salto... enfim, seja criativa!

Gabriela se espanta e diz para o súdito: Você concorda?

O súdito apenas sorri.

Nesse meio tempo o Enzo conseguiu voltar para dentro da Wild Fear e ele não trocou só o sapato. A sua calça jeans virou uma legging preta com muito brilho, o sapato foi substituído por uma sandália de tiras com salto alto e a camiseta ele manteve a mesma, mas amarrou na cintura para ela ficar mais justa no corpo e deixar aparente o seu umbigo. Vestido assim ele se aproximou o quanto pode da poltrona e ficou observando o que acontecia.

Neste momento Gabriela aparenta estar mais confortável com a situação.

Gabriela: Ok. Chega, você agora espera um pouco. Cuide um pouco dos meus sapatos enquanto o seu amigo me faz uma massagem nos pés.

Súdito 2: O que, posso mesmo tocar nos seus pés?

Gabriela: Essa massagem não será feita sozinha.

Gabriela levanta os olhos por um instante e repara no Enzo de pé a alguns metros de distância e quando ela vai falar alguma coisa ele se adianta:

Ziggy: Me chame de Ziggy, Rainha. - Sorrindo
0 Comentário(s)
Comentário(s)

Nenhum comentário: