sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Gabriel(a) (02) - No trabalho, o outro lado

Primeiro capítulo
>> Próximo capítulo


Matheus estava estirado em um sofá, seus sapatos estavam no chão e ele não sabia se pensava na solução de um problema ou relaxava mais um pouco. Sem que ele perceba Enzo aparece do seu lado já puxando conversa.

Enzo: Faz tempo que você esta aí? Tudo bem?

Matheus: Acho que nem faz tanto tempo assim, que horas são? Nossa, já são 18:20. Faz tempo então... Mas esta tudo bem sim, e com você? Alias, resolveu chegar mais cedo hoje?

Enzo: Tem razão. Queria ver se encontrava a Gabriela saindo...

Matheus pensa um pouco.

Matheus: Ah, entendi. Hoje veio o Gabriel mesmo. Na verdade acho que só vi a Gabriela umas duas vezes. Mas por que? E espero que não seja besteira...

Enzo: Vou me sentar um pouco então...

Matheus e Enzo estavam conversando num local que parecia um salão de jogos pois ao lado deles havia mais um rapaz e uma moça jogando sinuca e conversando sobre números, o ambiente tinha uma iluminação mais amena, os sofás eras bem confortáveis e havia até uma maquina de sucos. No entanto, essa sala ficava ao lado de outra onde diversas pessoas dividem mesas compridas e cheias de computadores enquanto trabalham em projetos de inovação. Sim, era uma empresa.

(Pena que ainda são poucos que trabalham num lugar como esse =/ )

Enzo: Então... Eu gostaria de conhece-la. Já li sobre isso na internet e sempre tive curiosidade.

Matheus: Cuidado com o que você pensa, lembra o que o chefão falou para um pessoal quando ouviu um cochicho maldoso sobre ele... ou ela no dia, enfim, lembra?

Enzo: Não é isso que você esta pensando, acho que queria ser mais como ele, não sei se você vai entender. Mas o que o chefão falou exatamente? Com o meu horário diferenciado eu perco algumas coisas.

Matheus parece não ter processado o começo da resposta por que já respondeu na hora.

Matheus: É verdade, desculpa esqueço desse seu horário, sem contar que essa essa é bem recente. O discurso dele foi algo tipo "Não quero falta de respeito por aqui, pessoal. Todos aqui tem as suas liberdades individuais e o que cada um faz ou veste é problema de cada um. Então por favor, se tratem com o devido respeito". Foi algo assim... O mais estranho de tudo que é raro ver o chefão nervoso! Pelo menos parecia...

Enzo: Exceto quando ele esta com fome!

Matheus: O que? Da onde isso?

Enzo: Há, uma vez ele me levou para uma reunião fora e foi tão demorada que saímos quase 14h. Enfim, ele manteve uma cara do demônio até o momento que pode morder um hambúrguer. Sério, foi foda, mas ele explicou depois que fome era a coisa que mais o deixava nervoso.

Matheus: Hahaha, não sabia disso. Enfim, você falou antes que queria ser mais como a Gabriela?

Enzo: Falei que queria ser mais como o Gabriel. E você entende um pouco sobre isso?

Matheus fez uma cara de "é, mais ou menos".

Enzo: É... Eu respeito muito ele por fazer isso. Queria poder ter interagido, talvez isso me ajudaria...

Matheus: Ajudaria? Não entendo muito como ou o que você esta falando. Mas sei lá, eu estive numa reunião com ela e foi de boa. Era o Gabriel com uma atitude um pouco diferente, um visual completamente diferente, mas com o mesmo pensamento.

Enzo: Agora eu o respeito mais ainda... Enfim, não quero ficar muito aqui por que acabei de chegar.

Matheus: Cara, antes de você sair, posso fazer uma pequena fofoca?

Enzo: Haha, que isso, como assim?

Matheus: Já que você estava falando sobre o Gabriel, agora eu lembrei que a Flávia tinha me...

Enzo: Peraí, qual Flávia? A do financeiro?

Matheus: Não, a do RH que sempre anda com a Marina. Ela tinha me fofocado uma vez que o currículo do Gabriel foi entregue em mãos por esse diretor. Será que ele conhecia o Gabriel ou a Gabriela?

Enzo: Você fala o chef... Será...? Aff, isso é fofoca mesmo, hein?

Matheus: Sei lá, eu acabei lembrando do nada mesmo, essa fofoca é bem antiga e eu não costumo ficar falando, desculpe...

Enzo: Relaxa, to brincando. Se ele conhecia o Gabriel ou a Gabriela eu não sei, mas acho que foi uma ótima escolha. Como eu trabalho com arte visual acabo conhecendo um pouco do trabalho de cada um e os projetos dele sãos os mais interessantes, sem querer ofender ninguém. Enfim, tenho que ir mesmo, hoje cheguei cedo também por causa de uma reunião.

Matheus: Beleza, e eu vou arrumar as minhas coisas pra vazar.

Enzo: Bora então, falou.

Matheus: Beleza, outro dia conversamos mais. Até!


Alina Wang
0 Comentário(s)
Comentário(s)

Nenhum comentário: